31.12.08

Alguns livros de 2008

  • O Homem sem Qualidades, Robert Musil, Dom Quixote
  • Fome, Knut Hamsun, Cavalo de Ferro
  • Menina Else, Arthur Schnitzler, Cotovia
  • O Diabo e Outros Contos, Lev Tolstói, Relógio D'Água
  • A Educação Sentimental, Gustave Flaubert, Relógio D'Água
  • O Primeiro Amor, Ivan Turgeniev, Relógio D'Água
  • Trópico de Câncer, Henry Miller, Presença
  • O Festim da Aranha, vários autores (escolhidos por Aníbal Fernandes), Assírio & Alvim
  • A Faca Não Corta o Fogo, Herberto Helder, Assírio & Alvim
  • Gatos Comunicantes, Mário Cesariny e Vieira da Silva, Assírio & Alvim
  • O Crocodilo que Voa, Luiz Pacheco, Tinta da China
  • Já Cá Não Está Quem Falou, Alexandre O'Neill, Assírio & Alvim
  • A Vida de Horácio, José António Almeida, &etc
  • Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Português, Fernando Cabral Martins (org.), Caminho
  • Lisboa – História Física e Moral, José Augusto-França, Livros Horizonte

2 comentários:

L.C. disse...

É a segunda ou terceira vez que passo por aqui e como acho muito interessante a sua lista de livros 2008, deixo-lhe a minha lista de alguns dos livros que li e reli em 2008.
E com isto desejo-lhe um ano 2009 repleto de saúde, harmonia, criatividade
e luz.

L.C.

Livros 2008 e não só:


“Pedras, Ossos e Raízes “ ( Jannis Ritsos ),
“ Tudo Repleto de Deuses “ ( Seferis ),
“ A Obra Completa de Kaváfis “ Konstantínos Kaváfis
“ Ser e Tempo “ Heidegger
“Fausto I e II “ Goethe;
“Ensaios “ Schiller;
Ensaios Completos “ Octávio Paz “;
“ Antologia poética “ Karl Krolow
“ A Origem da Tragédia “ Nietzsche;
“ Poesia Completa “ Tomas Tranströmer
“ Sonetos a Orfeu “,
“ Elegias de Duino “, ambos Rilke
“ Máscaras e Vozes “, Haral Hartung
“ Poemas “, Ungaretti
“ Contos completos “ Nicolau Gogol
( títulos traduzidos do Alemão )

“ Poesia Completa “ e
“ Ensaios Reunidos “ ambos Luís Miguel Nava
“ A noite dividida “ e
“Albas “, ambos de Sebastião Alba
“ O Dogma da Trindade Poética ( Rimbaud )
E outros ensaios” ,
“ Trinta Leituras “ Helder Macedo
“ Antologia poética “ Yves Bonnefoy
“ La Revolution Surréaliste “, textos surrealista
com um prefácio de Una Pfau
“ Poemas “ Pedro Salinas
“ Poemas “ César Vallejo
“ De L’inconvénient d’être né “, Emil Cioran
“ Poesia do Século XX “ Jorge de Sena
“ Sobre Los Ángels “ Rafael Alberti
“ La Destrucción o el Amor “ Vicente Aleixandre
“ Obra poética “ Saint Jonh Perse
“ Le Gant de Crin “ , Reverdy
“ Chants de Mihyar le Damascène”
“ Tombeau pour New York” ambos de Adonis ( Ali Ahmed Saïd Esber)

André Benjamim disse...

um feliz 2009!